terça-feira, 28 de abril de 2009

Origem da Trufa

A história da trufa se inicia em tempos antigos, de fato bíblico: há testemunho de sua presença na dieta dos Sumérios e no tempo do Patriarca Jó em torno de 1700-1600 A.C..

A trufa (em francês: truffe; em italiano: tarttufo) é um gênero de fungo subterrâneo da família tuberaceae, a espécie mais rara e nobre de todos os cogumelos.

Existem trufas brancas e negras, e elas são muito diferentes entre si. Nasce sob a terra, a uma profundidade de 20 a 40 cm, próximo a raiz de carvalhos e castanheiras.

A colheita é manual, feita com cães farejadores, na verdade, vira-latas treinados. Antigamente, o procedimento era feito com porcos, animais que também possuem olfato bastante aguçado, e era difícil de controlá-los, já que são como humanos de fino gosto, contumazes devoradores de trufas. Os cães também se envolvem com o cheiro, mas podem ser contidos.

O aroma é muito forte num primeiro impacto, mas finamente fatiadas, cobrindo até simples pratos como ovos, massas e risotos, as trufas dão sabor e aroma inigualáveis.


Trufa Branca (Tuber magnatum)


Vem de Alba, pequena cidade italiana entre Turim e Milão. Verdadeiras jóias da culinária de inigualável aroma. As delicadas condições climáticas e do terreno que tornam possível seu crescimento fazem da trufa branca um fruto raro e muito procurado. O quilo chega a custar de R$ 6.000,00 a R$ 18.000,00.



Trufa Negra (Tuber melanosporum)


De origem francesa, da região de Périgord. Menos conhecida e apreciada que a trufa branca de Alba, mas que encontra seu ponto de apoio na grande versatilidade culinária e no seu preço relativamente acessível, de R$ 600,00 a R$ 1.800,00 o quilo.

Exalam aroma menos acentuado, superfície mais rugosa e são mais resistentes ao manuseio.

Já foi chamada de “Diamante Negro” ou “Pérola Negra” devido a sua raridade.



Trufa de Chocolate


Consideradas o ouro negro da chocolateria são produzidas artesanalmente, recebeu este nome em analogia a esta iguaria nobre e de sabor refinado.

Diz-se que tiveram origem em um erro do chef patissier da corte austríaca, no fim do século XIX. Preparando uma das sobremesas para o banquete em honra de um príncipe russo, uma falha fez com que ele inventasse a trufa de chocolate. Ante o enorme sucesso das trufas entre os ilustres convidados, o chef patissier tentou, por vários dias, repetir o erro, até conseguir refazer aquelas jóias de chocolate. Desde então, nada as supera dentre os bombons mais sofisticados do mundo.

As primeiras trufas de chocolate eram produzidas de uma massa a partir de chocolate nobre, creme de leite, glucose e conhaque, e depois eram banhadas em cacau em pó, parecidas, realmente, com a verdadeira trufa tirada da terra.

Apesar de delicioso, a durabilidade dessa trufa era muito pequena, pois sem proteção absorvia rapidamente a inimiga número um do chocolate.

Então, iniciou-se a tradição de banhar em chocolate e a sua durabilidade passou de um dia para aproximadamente vinte dias.

Depois começaram a ser feitas nas formas de bombons (PVC), que hoje são nossos famosos bombons trufados, que além da tradicional, podemos variar o sabor, desde os mais requintados como damasco e nozes até os mais comuns como maracujá e limão, sem perder o valor da tradição.

7 comentários:

Susana disse...

Debora e Alexandre,
Parabéns pelo blog!
As trufas de vocês são IMBATÍVEIS, a de limão é a minha preferida, mas a tradicional branca faz meu coração bater mais forte. Sucesso!!!!!!!
Abraços.

Sofia disse...

Ao pessoal da DELEX,

Ganhei de uma amiga, ovinhos trufados, foram as melhores calorias que ingeri na Páscoa!
Valeu!

Lucas disse...

Fala casal lindo, como sempre um beijo no ale....rsrsrsr
vamos atualizar isso sempre hein...

Blog da Irene disse...

olá minha linda! que delicia o seu blog! deu água na boca, muito bacana mostrar a historia das truffas. virei te visitar sempre. grata pela sua visita e comentário. bjks

dieguinho_171 disse...

Eae meus queridos!!!! Amo muito tudo isso rs....Sao as melhores trufas que ja comi em toda minha vida adoruuuu a de abaxi e tradicional, vou contar um segredo depois que experimentei a primeira virei um viciado por trufas portanto ta ai o motivo de toda semna eu estar mandando meu pedidinho rs....Sucesso pra vcs sempre de coraçao e o que precisar pode contar comigo sempreeee...Abraço do irmaozinho de vcs...
Diego :P

diva disse...

Hum! Já provei e virei freguesa pq é pra lá de bom,é delex!
Bjim, e põe força nessa produção.

Leticia De Jesus disse...

Parabens pelo blog essa historia vai ajudar muito na feira de trufas da ETEC Gino Rezarg em Cajamar Bjus

Related Posts with Thumbnails

Delex no mundo